Orientação quanto ao surto de Influenza no ES

Especialistas acreditam em “débito imune”

O ES registra aumento do número de casos de gripe. Já é considerado um surto os registros analisados no estado. Considera-se um surto quando acontecem mais casos do que o registrado até o momento. Os especialistas acreditam em “débito imune”, ou seja, com o isolamento social contra Covid-19, outros vírus deixaram de circular. Com a flexibilização dos protocolos sanitários os agentes infecciosos ganham espaço.

Por isso, a Banescaixa alerta quanto aos cuidados e prevenção. O uso de máscara e o distanciamento social valem para inibir a transmissão. A boa higiene, como lavar as mãos com água e sabão, e o uso do álcool 70º garantem a rotina com o mínimo de contaminação.

A vacinação também é uma ferramenta importante de prevenção. O acesso às vacinas está tanto nas campanhas lançadas pelo governo, quanto nas clínicas disponíveis no plano de saúde.

Para aproveitar as campanhas ofertadas pelo estado, basta se dirigir a um dos locais de vacinação com o cartão de vacina. A vacinação pelo plano de saúde acontece nas unidades particulares credenciadas ao plano. Para vacinar contra influenza, basta se dirigir a uma unidade credenciada com o cartão Banescaixa em mãos e documento pessoal com foto.

Já estou contaminado. O que fazer?

Caso esteja contaminado, evite sair de casa e frequentar lugares públicos sem necessidade. A ingestão de líquidos, principalmente água, ajuda na recuperação. Repouso e boa alimentação também são aliados. Consulte um médico em caso de febre alta por mais de 48h e não pratique a automedicação. “A prevenção ainda é o melhor remédio”, orienta Dra Heliilda Araújo, médica auditora da Banescaixa.

Confira o documento oficial da Secretaria de Saúde do ES com as recomendações.

Fonte: https://www.agazeta.com.br/es/cotidiano/tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-a-gripe-h3n2-1221